quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Piotórax felino.

Um gato mordido por cão há vários dias é apresentado com dispnéia. A imagem radiográfica permite visualizar efusão pleural em um dos hemitórax com deslocamento do mediastino.


Após higienização da parede costal é efetuada toracocentese sem sucesso devido à viscosidade da secreção.

Como o paciente estava agressivo, foi administrado propofol e adaptado dreno torácico mediante inserção cutânea no décimo espaço intercostal e penetração na cavidade pelo oitavo espaço. Após drenagem da efusão (pús) foi efetuada irrigação da cavidade pleural com solução salina 0,9% morna.

O dreno foi mantido por 24h, para que se repetisse a irrigação com significativa recuperação do paciente. 



video

Nenhum comentário:

Postar um comentário