terça-feira, 10 de abril de 2012

REABILITAÇÃO EM CÃES COM ATROFIA MUSCULAR INDUZIDA


Bom-dia aos leitores, a Dra Soraia elaborou uma bela tese de doutorado sobre o tema. Irei postar apenas o tópico relacionado às modalidades terapêuticas empregadas na reabilitação física em cães. Quem quiser o texto na íntegra, favor deixar e-mail nos comentários para que haja o encaminhamento. Boa leitura!  

Soraia Figueiredo de Souza

Orientador: Prof. Dr. João Guilherme Padilha Filho

Tese apresentada à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – Unesp, Câmpus de Jaboticabal, como parte das exigências para a obtenção do título de Doutor em Medicina Veterinária, área de Cirurgia Veterinária.

A reabilitação física é o tratamento de doenças e lesões com agentes físicos como calor, frio, água, som, eletricidade, massagem e exercício (CLARK & McLAUGHLIN, 2001).

Os objetivos da fisioterapia para os animais de companhia acometidos por desordens ortopédicas com diminuição da mobilidade são manejo da dor, melhora na movimentação da articulação afetada, manutenção ou restauração da massa muscular, aumento da força muscular, melhora no condicionamento físico e controle de peso em pacientes obesos (BOCKSTAHLER, 2006).

Massagem
A massagem pode ser definida como a manipulação de tecidos moles do corpo (SUTTON, 2004). É frequentemente utilizada na reabilitação física e tem como objetivo aumentar o fluxo arterial, venoso e linfático (CLARK & McLAUGHLIN, 2001; DOYLE 2004; MILLIS, 2004b; BOCKSTAHLER, 2006), alongar tecidos e desfazer aderências, promover relaxamento muscular, produzir analgesia (GOATS, 1994a; CLARK & McLAUGHLIN, 2001) reduzir edema (TAYLOR, 1992; DOYLE, 2004; MILLIS, 2004b), melhorar o desempenho esportivo e aumentar o bem estar (GOATS, 1994a; WEERAPONG et al., 2005).


Os efeitos da massagem foram estudados por SOUZA et al. (2006) em cães submetidos à artroplastia do joelho seguida de imobilização por 30 dias. Um protocolo terapêutico constituído por massagem, movimentação passiva e caminhada foi instituído durante 15 dias após a remoção do fixador externo, e houve influência positiva na recuperação clínica dos animais tratados em comparação aos não tratados.

A massagem também mostrou efeitos benéficos quando associada a adaptação de um aparelho de flexão do joelho, no manejo de um cão com contratura de quadríceps secundária à fratura cominutiva de fêmur (MOORE & SUTTON, 2010).




Imagem fotográfica da posição das mãos para massagem por deslizamento no sentido distal para proximal em cão após a indução de atrofia muscular pelo uso de fixador externo durante 30 dias. Universidade FCAV/UNESP, Campus de Jaboticabal, 2010.



Movimentação passiva da articulação


Exercícios de movimentação passiva são necessários para acelerar a recuperação funcional após procedimentos cirúrgicos ortopédicos (MILLIS, 2004b), ou em pacientes acometidos por doenças articulares crônicas (MILLIS et al., 2004).

Quando a imobilização é utilizada para estabilizar fraturas, as demais articulações do membro são susceptíveis a contraturas periarticulares e diminuição da nutrição pela cartilagem devido à falta de difusão dos nutrientes (DOYLE, 2004), além da lesão muscular causada no local de inserção dos pinos (REZENDE et al., 2006). Mesmo quando não é necessária a imobilização por talas ou fixadores externos, alguns pacientes podem manter o membro estático na postura flexionada por causa da dor (DOYLE, 2004).

Alguns animais que não receberam exercícios de movimentação passiva logo após a cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado cranial apresentaram diminuição da extensão do joelho, que pode se tornar permanente (MILLIS, 2004b).

A movimentação passiva tem melhores efeitos se realizada em ambientes calmos com o paciente em decúbito lateral. A utilização de massagem antes da realização dos exercícios de movimentação passiva ajuda o paciente a relaxar e alivia a tensão no membro acometido (CANAPP JR, 2004).


SOUZA et al. (2006) realizaram movimentação passiva após massagem em cães submetidos à imobilização do joelho durante 30 dias após artroplastia e observaram diminuição da rigidez articular nos animais tratados.


video

O vídeo acima foi retirado do youtube. Não é associado à tese de doutorado da Dra. Soraia.




SEMANA QUE VEM POSTAREI O TEXTO SOBRE HIDROTERAPIA E ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NEUROMUSCULAR.




9 comentários:

  1. Rafael favor enviar o trabalho
    dalciovet@uol.com.br
    Muito obrigado
    Dalcio Luiz Leite Pinto crmv sp 3924

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde!
    Encontrei esta postagem por acaso...

    Fico feliz que minha tese possa contribuir com alguém de alguma forma!
    Fico à disposição para quaisquer dúvidas.

    Soraia
    soraiasouza@yahoo.com

    ResponderExcluir
  3. Boa-noite Dra Soraia, gostaria de aproveitar a oportunidade do contato e parabenizá-la pela tese de doutorado. Material muito valioso. Até o presente momento houve apenas um debate entre os termos atrofia e hipotrofia. No dia 07/05 transcrevi uma nota técnica elaborada pelo Dr. Marcelo Nemer sobre isso. Bem, deixo aqui novamente os meus parabéns pelo excelente trabalho.

    Atenciosamente,

    Rafael Silva de Souza
    CRMV/DF/1651.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite.
    Gostaria de receber o texto na integra.
    Adotei um cachorro de rua com uma idade avançada.
    O negão, como foi batizado, tem uma atrofia nas duas pernas.
    Andar com dificuldade e quando tem crises ele praticamente cai no chão e não consegue levantar.
    carlos@trsradiosolution.com.br

    ResponderExcluir
  5. Bom dia! Trabalho com fisioterapia para pequenos animais e gostaria de receber o texto na íntegra. Obrigada! Meu email é: lanimalefisio@yahoo.com.br

    Melissa

    ResponderExcluir
  6. Boa noite!
    Meu cachorro, após contrair doença de carrapatos e mesmo após o tratamento, está atrofiando as quatro patas, anda com muita dificuldade e parece sentir muita dor, uma vez que deita a cada 05 ou 06 passos. Gostaria de receber o trabalho na íntegra para análise, visto que não estou notando efeito no tratamento da Veterinária.
    Grata, Heloiza.
    HELOIZA.ARAUJO7@GMAIL.COM

    ResponderExcluir
  7. Bom dia! Gostaria do texto inteiro. Encaminhar para manu_pumi@hotmail.com
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia! Minha cachorrinha tem o joelho esquerdo atrofiado, gostaria de saber o que eu poderia fazer para ajudá-la?

    ResponderExcluir